Todos os posts de PPGAC UFBA

Aprovados na Seleção para Aluno Especial PPGAC 2018.1

O PPGAC divulga a lista de aprovados na sua seleção para Aluno Especial 2018.1.

A matrícula ocorrerá nos dias 22 e 23 de março de 2018, das 14h00 às 18h00 na secretaria do PPGAC. A taxa de matrícula deverá ser paga através de GRU disponível no site da SUPAC e o comprovante original de pagamento deve ser entregue no ato da matrícula.

Lembramos a todos que, conforme §1º do Artigo 14 das Normas Complementares dos Cursos de Pós-Graduação, “o aluno especial poderá matricular-se em até 04 (quatro) disciplinas, respeitando o limite máximo de 02 (duas) disciplinas por semestre”.

TEA503 Teorias do Espetáculo -T01 (Cena e Visualidades)
Anderson Cardeal de Oliveira
Caio Rodrigo Chaves
Luis Alberto Alonso Aude
Mariana Hilda Batista
Paula Alves Oliveira
Roseani Novaes de Sousa
Thor Araujo Medrado
TEA503 Teorias do Espetáculo -T02 (Encenação Contemporânea e Poéticas em Mutação)
Aída Vitória Farias Virgens
Fernanda Freire Beltrão
Guilherme Hunder Chaves
Luis Alberto Alonso Aude
Maria Eugenia Santos Monção Caldas
Roseli Silva dos Santos
Tacira Oliveira Santos Coelho
Vinicius Bustani Valente
TEA507 Tópicos Especiais em Artes Cênicas – T01 (Estudos em Teatro Negro)
Ana Carolina Ferreira Alves
Edileusa dos Santos
José Raimundo Moura do Nascimento
Luiz Augusto Barbosa
Sueli Machado Ramos
TEA507 Tópicos Especiais em Artes Cênicas -T02 (Travessias Teóricas: do estruturalismo ao pós-estruturalismo)
Caio Rodrigo Chaves
Daniel Silveira da Cruz
Luis Alberto Alonso Aude
Mariana Hilda Batista
Vinicius Bustani Valente
TEA508 Interpretação e Direção na Cena Contemporânea (Contadores de Histórias)
Ana Carolina Ferreira Alves
Ana Paula Santos Carneiro
Cibele Marina Silva Pereira
Jane Burgos de Souza
Joana Luiza Schaun Schntman
Joice da Paixão Ferreira
Lais Santos Almeida
Paula Alves Oliveira
Roseani Novaes de Sousa
Tacira Oliveira Santos Coelho
TEA 510 Interpretação Cênica com Máscaras
Aída Vitória Farias Virgens
Joana Luiza Schaun Schntman
José Raimundo Moura do Nascimento
Leila Kissia D’Andreamatteo
Luiz Augusto Barbosa
Maria Eugênia Santos Monção Caldas
Roseli Santos Aguiar

CONVOCATÓRIA – RODA DE PESQUISADORAS/ES – II FÓRUM NEGRO DAS ARTES CÊNICAS Poéticas, Estéticas e Epistemologias Afrodiaspóricas

II FÓRUM NEGRO DAS ARTES CÊNICAS

Poéticas, Estéticas e Epistemologias Afrodiaspóricas

11 a 14 de abril de 2018

RODA DE PESQUISADORAS/ES

CONVOCATÓRIA

Convidamos professoras/es, pesquisadoras/es e estudantes de Artes Cênicas do Brasil e do exterior a participarem na Roda de Pesquisadoras/es que acontecerá no dia 13 de abril de 2018, das 14 às 16h no PAF V, no Campus de Ondina, dentro da programação do II Fórum Negro das Artes Cênicas, para discutirmos e socializarmos pesquisas negrorreferenciadas sobre Poéticas, Estéticas e Epistemologias Afrodiaspóricas em andamento ou concluídas sobre a cultura negra nas artes cênicas relativas aos níveis de Graduação, Mestrado, Doutorado, Pós-doutorado ou a trabalhos e processos artísticos.

No evento, cada pesquisador/a apresentará sua pesquisa em forma de comunicação oral durante 15 minutos e, em seguida, participará de um debate com a plenária mediado pela Comissão organizadora. Na sala, serão disponibilizados apenas data show e notebook; assim, quaisquer outros equipamentos necessários para a apresentação serão de reponsabilidade do/a comunicador/a.

As/os interessadas/os deverão submeter um Resumo Expandido na plataforma eletrônica GERE – UFBA segundo as orientações abaixo até o dia 11.03.2018. A lista dos trabalhos aprovados pela Comissão Científica será divulgada na mesma até o dia 23.03.18. A Carta de Aceite será enviada pela Coordenação para o e-mail das/os contempladas/os. É importante salientar que o evento não oferecerá apoio financeiro às/aos partícipes.

ORIENTAÇÕES PARA O RESUMO EXPANDIDO

1. O resumo expandido de, no mínimo, três e, no máximo, cinco laudas, incluindo também Tabelas e/ou Figuras, deve ser organizado em Título, Autor(es), Resumo, Palavras-chave, Introdução, Metodologia, Resultados, Considerações Finais e Referências num arquivo Word.

2. A formatação deve ter margens superior, inferior, esquerda e direita de 2,5 cm, podem ser empregadas as fontes Arial ou Time New Roman, corpo 12 e espaçamento simples.

3. O Título do trabalho deve ser apresentado em letras maiúsculas, corpo 14, em negrito, centralizado com, no máximo, 20 palavras. Em seguida, devem aparecer os nomes de autor/a(es/as) e orientador/a e filiação institucional, corpo 12, alinhado à direita.

4. O Resumo deve ser apresentado em parágrafo único com no máximo 250 (duzentas e cinquenta) palavras sem conter referências. Logo em seguida, serão incluídas entre três a cinco “Palavras-chave” separadas por “ponto e vírgula”.

5. A Introdução de, no máximo, 1000 (um mil) palavras, embasada nas referências, deve justificar o problema estudado e apresentar os objetivos da pesquisa.

6. A Metodologia deve, utilizando-se da revisão de literatura, elencar os métodos e técnicas sem exceder 1000 (um mil) palavras.

7. Os Resultados – para as pesquisas concluídas – devem conter os dados obtidos em forma textual ou de Tabelas e/ou Figuras. As pesquisas em andamento, podem apresentar resultados parciais alcançados até o momento.

8. As Tabelas e/ou Figuras (fotografias, gráficos, desenhos) devem ser inseridas no texto e numeradas com algarismos arábicos e seus respectivos títulos devem ficar abaixo (sem negrito).

9. Em Considerações Finais, deve ser apresentada a síntese da pesquisa em máximo de 200 (duzentas) palavras.

10. Em Referências, devem ser elencados os trabalhos mencionados no texto, obedecendo às normas vigentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Coordenação:

Professora Mabel Freitas (Doutoranda – UFBA)
Professora Fernanda Júlia (Doutoranda – UFBA)

Informações: forumnegrodasartescenicas2018@gmail.com

Planejamento Acadêmico 2018.1

O PPGAC divulga as disciplinas a serem ofertadas em 2018.1 a seus Alunos Regulares. Sugerimos aos discentes que conversem com seus orientadores.

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Manhã

TEA 503 OPTATIVA Teorias do Espetáculo (Encenação Contemporânea e Poéticas em Mutação)
8h50 a 11h40
Luiz Marfuz

Tarde

TEA508 OPTATIVA
Interpretação e Direção na Cena Contemporânea (Contadores de Histórias)
13h55 – 17h35
Meran Vargens

IPSB55 OPTATIVA
Tópicos Especiais em Psicologia IV (Educação e Artes: leituras psicanalíticas)
13h55 – 16h40
Denise Coutinho

TEA503 OPTATIVA
Teorias do Espetáculo (Cena e Visualidades)
14h50 – 17h35
Eduardo Tudella

TEA 510 OPTATIVA Tópicos Especiais em Artes Cênicas (Interpretação Cênica com Máscaras)
14h50 – 17h35
Joice Aglae

TEA 794 MESTRADO E DOUTORADO
Laboratório de Performance
13h às 18h
Ciane Fernandes

TEA507 OPTATIVA Tópicos Especiais em Artes Cênicas (Estudos em Teatro Negro)
14h50 – 17h35
Licko Turle

Noite

TEA507 OPTATIVA Tópicos Especiais em Artes Cênicas
(Travessias Teóricas: do estruturalismo ao pós-estruturalismo)
18h30 – 21h15
Antonia Pereira

TEA 513 DOUTORADO Formas de Espetáculo – Gáucio Machado Horário a Combinar
DAN508 DOUTORADO Processos de Encenação – Luiz Marfuz Horário a Combinar
TEA 514 – Trabalho Individual Orientado
Meran Vargens / George Mascarenhas / Cleise Mendes / Sonia Rangel

MESTRADO: Todos os professores

DOUTORADO: Todos os professores

TEA 939 Estágio Docente Orientado

TEA 790 Pesquisa Orientada

DAN 795 Exame de qualificação

TEA 940 Estágio Docente Orientado

TEA 790 Pesquisa Orientada

DAN 795 Exame de qualificação

EMENTAS DAS DISCIPLINAS OPTATIVAS

Disciplinas Optativas
IPSB55 Tópicos Especiais em Psicologia IV

(Educação e Artes: leituras psicanalíticas)

Ementa: Incidências do pensamento de Sigmund Freud e de Jacques Lacan sobre a Arte e sobre processos educacionais. Psicanalisar, educar e governar como três artes ou ofícios impossíveis. Autoridade e alteridade. Arte e educação como partilha do comum. O sistema quaternário de pensamento aristotélico: possível, impossível, necessário e contingente. A teoria dos discursos de Lacan. O lugar da universidade na formação de psicanalistas, artistas e educadores. Escola como lugar de vida.

Dia: Terça-feira Horário: 13h55 – 16h40 Professora: Denise Coutinho
TEA503 Teorias do Espetáculo

T01 (Cena e Visualidades)

Ementa: Investigação da compreensão de visualidade, observando a produção de pesquisadores brasileiros cujo trabalho proponha articulações entre esse conceito e o teatro, a espetacularidade, a performatividade, nas mais amplas vertentes.

Dia: Quarta-feira Horário: 14h50 – 17h35 Professor: Eduardo Tudella
TEA503 Teorias do Espetáculo

T02 (Encenação Contemporânea e Poéticas em Mutação)

Ementa: A encenação no teatro moderno e no contemporâneo, com ênfase nos marcos históricos, estéticas recorrentes, modos de encenação, articulação com outras linguagens e poéticas da cena em mutação.

Dia: Quarta-feira Horário: 8h50 – 11h40 Professor: Luiz Marfuz
TEA507 Tópicos Especiais em Artes Cênicas

T01 (Estudos em Teatro Negro)

Ementa: Disciplina teórica, organizada no formato de seminário com palestrantes (pesquisadores e artistas negras e negros) convidados, que aborda diferentes conceitos, teorias e análise de processos e práticas no campo do Teatro Negro.

Dia: Quinta-feira Horário: 14h50 – 17h35 Professor: Licko Turle
TEA507 Tópicos Especiais em Artes Cênicas

T02 (Travessias Teóricas: do estruturalismo ao pós-estruturalismo)

Ementa: Estudos teóricos voltados para a análise dos pressupostos filosóficos estruturalistas e pós-estruturalistas e suas convergências críticas, tendo em vista a leitura de diferentes manifestações artísticas e poéticas.

Dia: Segunda-feira Horário: 18h30 – 21h15 Professora: Antonia Pereira
TEA508 Interpretação e Direção na Cena Contemporânea (Contadores de Histórias)

Ementa: Estudo prático-teórico de aspectos relevantes do trabalho de interpretação e direção teatral na experiência da contemporaneidade. Neste semestre a temática será abordada pela perspectiva do contador e da contação de histórias na interpretação e na cena.  Integraremos ações práticas-criativas e reflexivas junto ao componente curricular da graduação TEAA71 – Contadores de Histórias: Improvisação e Oralidades na qual trabalha-se Improvisação e criação de histórias coletivas com ativação da fluência verbal e imaginativa, a prontidão e a interação com o interlocutor/espectador. Investiga-se a personalidade individual do contador de histórias a partir das ações físicas e vocais, incluindo as relações entre imagem, imaginação e imaginário no corpo-memória do contador e sua materialização na construção oral de suas narrativas cênicas.

Dia: Terça-feira Horário: 13h55 – 17h35 Professora: Meran Vargens
TEA 510 Interpretação Cênica com Máscaras

Ementa: A via prática envolve a aplicação de técnicas para máscaras, codificadas e estruturadas por praticantes de teatro, podendo elas pertencer a uma estética específica (como bufão, commedia dell’arte, palhaço, neutra, larvária e outras) ou a experiência vivificada de culturas tradicionais (indígenas, balinesas, africanas, etc.). A prática pode ser encaminhada, também, como a construção de uma experiência de Máscara a partir de exercícios que trabalham princípios desta, não seguindo nenhuma técnica, estética ou tradição específica. A disciplina não visa a obrigatoriedade da construção de uma máscara objeto, sendo esta opcional para cada integrante da disciplina. A via teórica visa a realização de exercícios de leitura e reflexão de entendimentos sobre a Máscara, buscando trazer olhares diversos sobre esta prática, com escritos de estudiosos das artes cênicas, antropólogos, psicólogos, performers, mestres tradicionais e pesquisadores das mais diversas áreas que se debruçam sobre a temática da Máscara.

Dia: Quarta-feira Horário: 14h50 – 17h35 Professora: Joice Aglae

SELEÇÃO PARA PROFESSOR VISITANTE SEGUNDA CHAMADA – Primeira etapa

O Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFBA concorre a vagas para professor visitante, de acordo com o edital de Contratação de Professor Visitante 2017-2018 (Processo Seletivo Simplificado Para Contratação de Professores Visitantes), um investimento da UFBA que propõe ampliar e intensificar a produção científica de excelência na Universidade.

Os professores visitantes selecionados devem ter projetos de pesquisa vinculados às linhas de pesquisa do PPGAC e poderão permanecer no Programa por períodos de até 01 ano renovável por mais um ano (para professores brasileiros) e até 02 anos renováveis por mais 02 anos (para professores estrangeiros). Na primeira etapa, serão selecionados candidatos para implementação do contrato em 05/07/2017.

Para contratação, são exigidos os seguintes requisitos:

a) Possuir título de doutor há pelo menos dois anos;
b) Ser docente ou pesquisador de reconhecida competência em sua área de atuação;
c) Ter produção científica relevante, preferencialmente nos últimos cinco anos;
d) Não ser servidor ativo da Administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, bem como empregado ou servidor de suas subsidiárias e controladas, de acordo com o artigo sexto da Lei n 8.745/93;
e) Caso tenha vínculo empregatício, deve estar aposentado; ou oficialmente licenciado, no momento da contratação;
f) Não ter sido contratado nos últimos 24 (vinte e quatro) meses, com base na Lei 8.745 de 09/12/1993;
g) Não ser aposentado pela UFBA;
h) Não residir no Estado da Bahia.

A remuneração dos visitantes será análoga à dos professores adjunto, associado ou titular, da carreira regular e a UFBA vai assegurar passagem aérea, ida e volta, em classe econômica, dos professores selecionados.

Tabela Salarial – 1º de agosto de 2017
Carreira Magistério Superior
Classe Denominação Nível Vencimento Básico Retribuição por Titulação Bruto
C Adjunto 1 5.488,42 5.330,57 10.818,99
D Associado 1 7.167,78 8.115,07 15.282,85
E Titular 1 8.119,08 10.944,30 19.063,38

Os interessados deverão encaminhar os seguintes documentos até o dia 21 de janeiro de 2018 para o e-mail:ppgac@ufba.br

A) CURRICULUM VITAE (Plataforma Lattes para candidatos brasileiros)
B) PLANO DE TRABALHO A SER DESENVOLVIDO (incluindo projeto de pesquisa detalhado)

CRONOGRAMA DE PRÉ-SELEÇÃO DOS CANDIDATOS PELO PPGAC

Prazo de envio dos documentos dos candidatos ao PPGAC Prorrogado para 24.01.2018
Divulgação da seleção preliminar pelo PPGAC 28.01.2018
Envio dos resultados e documentação dos candidatos pré-selecionados para a Pró-reitora de Pós Graduação 31.01.2018

Sugerimos a leitura do edital completo e informações disponíveis nos links abaixo:

Edital completo

Perguntas e respostas

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

O PPGAC/UFBA é um programa de excelência na área de Artes Cênicas, com nota 6,0 em avaliação da CAPES. O programa conta com 5 linhas e diversos grupos de pesquisa vinculados, com uma vasta produção acadêmica e reconhecidas publicações especializadas (Revista Repertório, MAPA D2 e Revista do GIPE-CIT).

A inclusão de professores visitantes ao Programa pretende ampliar relações, firmar as pesquisas em andamento e fomentar novos projetos de pesquisa de excelência.

Os professores visitantes estarão voltados especialmente para a área de pesquisa, com colaborações eventuais nos níveis de ensino e extensão.

As propostas devem estar articuladas com as linhas de pesquisa do Programa e podem ser vinculadas aos grupos de pesquisa existentes:

Linhas de pesquisa:

  1. Matrizes estéticas na cena contemporânea: Pesquisas de caráter transdisciplinar em artes do espetáculo, estudos de etnocenologia, metodologias de construção e de transmissão de saberes e fazeres.
  1. Poéticas e processos de encenação: Pesquisas sobre tendências contemporâneas das artes do espetáculo, imaginário e criação, composição, formação e recepção.
  1. Somática, performance e novas mídias: Pesquisas de caráter Multi-Inter-Transdisciplinar que estabeleçam relações com a Educação Somática, os Estudos do Corpo, os Estudos da Performance, as Pesquisas Guiadas pela Prática, a Pesquisa Somático-Performativa e os Estudos da Cultura Digital, tais como processos de interatividade e hibridismo, intervenção e inclusão.
  1. Dramaturgia, História e Recepção: Pesquisas relativas à criação dramatúrgica para diversas funções e meios, historiografia, recepção e crítica.
  1. Processos educacionais em Artes Cênicas: Pesquisas de caráter transdisciplinar e desenvolvimento de epistemo-metodologias no campo das artes cênicas em experiências que contemplam processos de ensino-aprendizagem.

GRUPOS DE PESQUISA DO PPGAC:

Grupo de Pesquisa: G-PEC (Grupo de Pesquisa em Encenação Contemporânea) – Líder: Érico José

Grupos de Pesquisa: NETPOP (Núcleo de Estudos em Teatro Popular) – Líder: Eliene Benício

Grupo de Pesquisa: GIPE-CIT – Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão em Contemporaneidade, Imaginário e Teatralidade – Lider: Deolinda Vilhena

Grupo de Pesquisa: PÉ NA CENA – Poéticas de Atuação e Encenação Contemporâneas – Líder: Luiz Marfuz

Grupo de Pesquisa: ECUS – Espetáculos Culturais Contemporâneos – Líder: Leonardo Boccia

Grupo de Pesquisa: Grupo de Pesquisa Poéticas Tecnológicas: corpoaudiovisual – Líder: Ivani Santana

Grupo de Pesquisa: GIPE-Corpo – Líder: Leonardo Sebiane

Grupo de Pesquisa: ARTCRI-Grupo de Pesquisas em Artes Cênicas, Imagem e Imaginário – Líder: Catarina Santana

Grupo de Pesquisa: DRAMATIS – Dramaturgia: mídias, teoria, crítica e criação – Líder: Cleise Mendes

Grupo de Pesquisa: Grupo Interdisciplinar Estudos sobre a Universidade – Líder: Denise Coutinho

Grupo de Pesquisa: LAVRARE- Laboratório da voz: rastros e redes / UFBA – Líder: Meran Vargens

Grupo de pesquisa Os Imaginários: Líder: Sonia Rangel

Para outras informações, utilize os contatos abaixo:

Site: www.pppgac.tea.ufba.br

E-mail geral: ppgac@ufba.br

Telefone: (+55) 71 3283-7858

Revista Repertório – DOSSIÊ: POÉTICAS VOCAIS – Chamada para submissão de trabalhos

Dossiê: Poéticas Vocais
Revista Repertório: Ano 20 – Número 1 (jan/abr) 2018
Revista quadrimestral editada  pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia.

Editada pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia, a revista Repertório abre chamada para o Dossiê: Poéticas Vocais.

Os trabalhos devem ser submetidos de 17/out a 31/mar de 2018, através do portal SEER (https://portalseer.ufba.br/).

A pesquisa vocal para o ator, no cenário teatral brasileiro, se expande de forma a exigir reflexões críticas voltadas para as diferentes atuações nas artes cênicas. Entendemos que o trabalho vocal pode abranger a expressão do intérprete com o intuito de observar sua singularidade vocal, bem como o trabalho de escuta e das propriedades do som e da música que contemplem o campo da musicalidade do ator. As reflexões também voltam-se para os processos de criação e composição cênica a partir da performance vocal do ator e dos elos que compõem a cena; as metodologias aplicadas à formação do artista cênico, ao desenvolvimento humano, à formação de profissionais que têm na voz falada ou cantada seu instrumento de trabalho. Nesse arco de reflexão, também ganham espaço os estudos do imaginário, da memória, das tradições que envolvem a mitologia e o papel social do atuante no passado e na sociedade contemporânea, estabelecendo elos com a antropologia da performance. Assim, incluímos também as associações entre as pesquisas sobre a linguagem cênica às da área de comunicação e expressão, da consciência corporal e às da saúde vocal em sua dimensão somática e do cuidado de si.

Dessa forma, considerando as articulações entre os diferentes saberes e fazeres, abrangendo diversas geografias do conhecimento, a presente chamada objetiva convocar trabalhos de natureza prática e teórica que estejam contemplados entre as linhas temáticas:

  • A colonialidade do poder na dimensão da voz;
  • A expressão vocal negra e indígena;
  • Voz e gênero;
  • A escuta, o silêncio e a musicalidade no trabalho vocal;
  • O trabalho vocal nos cursos de Licenciatura em Teatro;
  • O professor de voz e o desafio criativo cênico;
  • As dimensões somáticas da voz e o cuidado de si;

Artigos que estejam fora das normas de publicação da revista não serão aceitos.
Para acessar a REVISTA REPERTÓRIO: https://portalseer.ufba.br/index.php/revteatro/index