O PPGAC e o GIPE-CIT convidam para o Seminário do GIPE-CIT Trajetos e Inovações em Artes Cênicas: abordagens interdisciplinares de pesquisa na contemporaneidade, a ocorrer nos dias 20 e 21 de novembro na Galeria Nilda Spencer (Foyer do Teatro Martim Gonçalves) – Escola de Teatro da UFBA. Segue a programação:

PROGRAMAÇÃO

TERÇA, DIA 20/11
15h – 16h45  Boas vindas – Homologação da nova liderança

Mesa: pesquisadores-representantes das linhas de pesquisa do PPGAC/ UFBA, com mediação de Deolinda Vilhena.
– Matrizes Estéticas na Cena Contemporânea (I): Suzana Martins
– Poéticas & Processos de Encenação (II): Sonia Rangel, Cláudio dos Anjos e Zé de Rocha
– Abordagens Somáticas, Performance & Novas Mídias (III): Leonardo José Sebiane Serrano
– Dramaturgia, História & Recepção (IV): Antônia Pereira
– Processos Educacionais em Artes Cênicas (V): Célida Salume

16h45 – 17h intervalo

17h – 17h30 Discussões Temáticas: comunicação de projetos de pesquisa em andamento dos estudantes vinculados as linhas de pesquisa (10 minutos para cada um), com mediação de Suzana Martins.

– Teatro Negro
Pesquisador: Tássio Ferreira Santana “Pedagogia da Circularidade Afrocênica – Candomblé Congo-Angola, Filosofia Bantu e ensino de Arte transdisciplinar” (linha V)

– Processos Artísticos/ Culturais
Pesquisadora: Cristiane Petersen da Silva “Culturas Populares: o Ensino do Teatro de manifestações populares como meio de integração, socialização e aprendizado profissional no primeiro Curso Técnico de Teatro da Rede Estadual: Colégio ICEIA, em Salvador” (linha I)
Pesquisadora: Lilith Marques “Uma atriz e seus duplos: percurso criativo numa poética com a imagem” (linha II)

17h30 – 18h45 Comentários

18h45 – 19h Fragmentos da eco-performance: “A Fábrica de lágrimas de Sereia” (tese de doutorado concluida sob a orientação da Prof.ª. Suzana Martins) por Elisabeth Doud. Projeto de pesquisa prático-teórico que cria narrativas e metáforas sobre o fenômeno do lixo de plásticos e suas consequências negativas, onde o equilíbrio ecológico dos oceanos e o planeta estão sendo ameaçados. Através da figura mitológica da sereia, a artista argumenta e questiona sobre os riscos desse fenômeno.

QUARTA, DIA 21/11
15h – 15h45 Prática: “Roda de Afetos em Movimento” de Daniel Becker

15h45 – 16h15 intervalo

16h15 – 16h45 Discussões Temáticas: comunicação de projetos de pesquisa em andamento dos estudantes vinculados as linhas de pesquisa (10 minutos para cada um), com mediação de Célida Salume.
– Questões de Gênero nas Artes Cênicas
Pesquisadora: Yasmin de Freitas Nogueira “Anamnese: por uma poética do corpo negro feminino” (linha I)
Pesquisadora: Márcia Lima “Medeia Negra” (linha V)
– Teatro do oprimido
Pesquisadora: Taína Assis Soares “Para Ser Curinga Basta Curingar? A Formação e Qualificação do Praticante de Teatro do Oprimido” (linha V)

16h45 – 17h Comentários

17h – 17h45 Pesquisador convidado: Marcos Uzel (estágio de pós-doutorado) “Dramaturgias de Márcio Meirelles e os seus reflexos na cena”

17h45 – 18h Comentários

18h – 18h30 Performance: “Hortênsia” por Daniela Amoroso. Projeto de pesquisa teórico – prático. Resultado do estágio Pós-Doutorado desenvolvido na Universidade de Paris VIII, o solo aborda questões do gênero feminino na contemporaneidade.

18h30 – 19h Encerramento