Foto: Giovani Rufino / Performer: Danilo Lima / Lab DCT - Laboratório Dança-Cognição-Tecnologia (2016) / Grupo de Pesquisa Poéticas Tecnológicas: corpoaudiovisual

Apoios & Prêmios

Em dois anos consecutivos (2013-2014), o PPGAC recebeu o prêmio tese "Darcy Ribeiro" – CAPES, com as seguintes teses: "Martim Gonçalves – uma Escola de Teatro contra a província" (2013), de autoria de Jussilene Santana do Nascimento, sob a orientação do Professor Doutor Edwald Hackler, e "Práxis Cênica como articulação de Visualidade: a luz na gênese do espetáculo" (2014), de autoria de Eduardo Augusto Tudella, também sob a orientação do Professor Doutor Edwald Hackler. Além disso, três teses mereceram Menção Honrosa do mesmo prêmio: em 2007, a de Larissa Latif (hoje, professora da Universidade de Aveiro, Portugal), em 2012, a de Alexandra Gouvêa Dumas (hoje, professora da Universidade Federal da Bahia) e, em 2015, Marianne Tezza Consentino, com a tese “O Rei Lear no Meu Quintal. Da sala de ensaio à cena: formação, percurso e método no trajeto poético de uma encenadora”, sob a orientação da professora Sonia Lucia Rangel.

Os periódicos do PPGAC contaram, em seu início, com Prêmio para Projetos de Extensão da Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão – FAPEX – e parceria com a UNEB e, de 2003 a 2006, com apoio da Secretaria da Cultura. O Instituto Cultural Brasil-Alemanha – Instituto Goethe – tem facultado o uso de suas instalações, equipamentos e serviços para o PPGAC, assim como os mais importantes teatros da cidade (Castro Alves, Vila Velha, SESI, SESC/ SENAC, Xisto Bahia, Gamboa Nova, XVIII) e diversas instituições da área cultural de Salvador (Museu Rodin Palacete das Artes, Fundação Pedro Calmon, Fundação Cultural do Estado da Bahia).

Prêmio Braskem

Em 2013, atores, atrizes, ex-estudantes, estudantes e professores da Escola de Teatro ganharam o Prêmio Braskem em diversas categorias, a seguir: melhor espetáculo adulto “Longa Jornada Noite Adentro” e melhor Diretor deste espetáculo Harildo Deda; melhor texto “Casulo” por Ângelo Flávio; melhor atriz Joana Schnitman da Cia de Teatro da UFBA; melhor ator Claudio Machado no espetáculo “Destinatário Desconhecido”; Amaurih Oliveira como ator revelação no espetáculo “Éramos Gays” e Eduardo Tudella na categoria especial pela iluminação e cenografia do espetáculo “Longa Jornada Noite Adentro”.

No quadriênio 2013-2016, muitos egressos do PPGAC foram vencedores do Prêmio Braskem, na cidade de Salvador, Bahia. Em 2014, destaca-se o melhor espetáculo infantojuvenil “Barrinho”, dirigido por Fernanda Pacquelet, aluna egressa do PPGAC. Também o egresso Eduardo Tudella, professor da Escola de Teatro, foi premiado na categoria especial pela iluminação e cenografia do espetáculo “Longa Jornada Noite Adentro”. Em relação aos espetáculos do ano de 2014, premiados em 2015: ressalta-se o prêmio de melhor texto para Paula Lice, aluna egressa do PPGAC, com o espetáculo “Para o Menino Bolha”. Em relação aos espetáculos realizados em 2015 e premiados em 2016, é relevante a atuação da professora egressa do PPGAC, Meran Vargens, premiada com o espetáculo “Castelo da Torre”; e Gil Vicente Tavares, egresso do PPGAC e professor da Escola de Teatro da UFBA, também premiado com o espetáculo “Sade”.

Outra premiação importante foi o Prêmio Funarte Miriam Muniz, com o qual foram laureados os discentes Osvanilton de Jesus Conceição e Carlos Alberto Ferreira da Silva, como resultado de suas respectivas práticas criativas associadas aos projetos de tese.

Em 2017, na categoria espetáculo infanto-juvenil: Avesso; na categoria prêmio revelação: Alisson de Sá, pela direção do espetáculo: Malva Rosa e na categoria especial: Maurício Pedrosa, pelo desenho de cenário do espetáculo: Mágico Mar. O professor João Sanches obteve as seguintes indicações ao Prêmio Cenym de Teatro Nacional da Academia de Artes no Teatro do Brasil – ATEB: Melhor Direção e Melhor Texto Original pelo espetáculo: Egotrip. Também obtivemos indicações nas seguintes categorias:  Melhor Ator: Rafael Medrado, Melhor Ator Coadjuvante: Igor Epifânio, Melhor Qualidade Artística, Melhor Elenco e Melhor Execução de Som.

Em 2018, o Prof. Luiz Marfuz foi contemplado no 25º Prêmio Braskem de Teatro pelo texto da peça “Traga-me a Cabeça de Lima Barreto”, e o egresso Gil Vicente Tavares, pelos espetáculos “Os Pássaros de Copacabana” e “Um Vânia, de Tchekhov”.

Pular para a barra de ferramentas